Pular para o conteúdo

Homem é preso por torturar a companheira com cola adesiva nas partes íntimas

Anúncio
Na última quarta-feira (9), um homem de 26 anos foi preso em flagrante por torturar a companheira na cidade de Três Pontas, no Sul de Minas. Os vizinhos acionaram a Polícia Militar após escutarem uma briga de casal em andamento.
Ao chegarem ao local da ocorrência, os policiais se depararam com o homem no telhado da casa, que jogou telhas nos agentes e tentou fugir pulando para a laje de uma casa vizinha. No entanto, ele acabou sendo detido pelos policiais.
Em conversa com os policiais, a mulher relatou ter sido agredida pelo homem na noite anterior. Durante a manhã, enquanto ela ainda dormia, o agressor colocou cola adesiva em suas partes íntimas e passou a agredi-la com chutes e socos. Em outro momento, ele cortou seu cabelo.
As agressões só cessaram com a chegada dos policiais. O homem foi preso em flagrante por tortura no âmbito doméstico, além de resistir à abordagem policial.
É importante destacar que a violência doméstica é uma grave violação dos direitos humanos e deve ser combatida com veemência. É dever das autoridades proteger as vítimas e punir os agressores, a fim de garantir a segurança e a dignidade das mulheres. A denúncia é fundamental para que esses casos não passem despercebidos, e as vítimas possam ser assistidas e amparadas.
Esperamos que a prisão do agressor possa servir como um exemplo e um alerta para todos aqueles que cometem violência doméstica. E que a vítima possa ter acesso ao suporte e apoio necessário para se recuperar do trauma sofrido.