Pular para o conteúdo

Adolescente pula de carro em movimento para fugir de sequestro. VEJA VIDEO

Anúncio

Adolescente de 13 anos escapa de sequestro em Luziânia (GO)

Uma adolescente de 13 anos passou por momentos de pânico ao ser puxada para dentro de um veículo em movimento na cidade de Luziânia (GO), no Entorno do Distrito Federal. A jovem conseguiu escapar do sequestro ao pular do carro em movimento. Esse tipo de situação chama a atenção para a importância dos direitos da criança e do adolescente, que precisam ser protegidos em todas as circunstâncias.

Vídeo mostra o momento do sequestro

Um vídeo divulgado pela Record TV mostra o momento em que o carro se aproxima da adolescente e a puxa para dentro do veículo. Em seguida, o carro tenta deixar o local, mas a jovem consegue abrir a porta e se joga do veículo. Esse tipo de registro visual é fundamental para auxiliar na identificação do agressor e para que se faça justiça.
Veja:

Anúncio

Mãe relata ameaças após o ocorrido

A mãe da adolescente afirmou que o sequestrador teria ido até a casa da família e que seria influente na região. Após o registro de ocorrência, a família teria recebido ameaças de conhecidos do homem para que mudassem o depoimento. É importante lembrar que a proteção à vítima e à sua família são direitos garantidos por lei, e qualquer tipo de ameaça ou retaliação deve ser denunciado.

Motorista nega sequestro, mas não é detido

O motorista do veículo alegou à polícia que apenas havia dado uma carona para a jovem. No entanto, diante do testemunho da vítima e do vídeo que comprova o sequestro, é fundamental que se faça uma investigação rigorosa e que sejam tomadas as medidas cabíveis. A impunidade pode ser um fator de incentivo a novos crimes, e o direito à segurança da população deve ser preservado.

Conclusão

A história da adolescente que pulou de um carro em movimento para fugir de um sequestro é um alerta para a importância de se proteger os direitos da criança e do adolescente. Em situações como essa, é fundamental garantir a proteção da vítima e de sua família, bem como garantir que os responsáveis sejam devidamente punidos. A conscientização sobre a importância desses direitos é um passo importante para a prevenção de novos crimes e para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.